Dez curiosidades sobre Virginia Woolf

Nascida a 25 de Janeiro de 1882. Algumas particularidades de Virginia Woolf.

Era bipolar. O transtorno terá estado na origem da sua morte, por suicídio, em 1959, após uma depressão.
Não foi à escola. Os seus país encarregaram-se da sua educação. Antes dos sete, já estudava latim, francês e história.
Difícil trato. Conta-se que era uma cliente difícil nas lojas, discutindo amiúde com as funcionárias.
Príncipe da Etiópia. Com um grupo de amigos, pintou a cara de negro e vestiu-se com túnica para se fazer passar pelo príncipe da Etiópia. De tal forma que conseguiu fazer uma viagem no couraçado HMS Dreadnought.
Primeira tentativa de suicídio. Aos 22 anos, atirou-se de uma janela. Não ficou muito ferida porque a janela não era suficientemente alta.
Figura do feminismo. “Uma mulher deve ter dinheiro e casa própria se pretende escrever ficção” tornou-se referente no feminismo dos 1970.
Ulisses. O seu marido e editor,  Leonard Woolf, recusou a publicação do Ulisses de James Joyce por ser impossível de imprimir na sua gráfica com máquina manual.
Próxima de judeus. O seu marido era judeu, esteve muito próxima desta comunidade e criou vários personagens judeus.
Objectivo de Hitler. Devido a essa relação com os judeus, foi juntamente com o marido incluída na lista de alvos a abater da “lista da morte” do invasor.
Três semanas a aparecer. Suicidou-se depois de se ter recolhido numa cabana de pedras e atirou-se a um rio próximo da casa. O corpo demorou três semanas a aparecer.