Assírio traz novas edições de Almada

Almada Negreiros

A Assírio e Alvim lança por estes dias novas edições de Poemas e Ficções de Almada Negreiros.

Ficções, em segunda edição, é muito aumentado em relação à primeira, inclui textos dispersos entretanto localizados, mais quatro inéditos, anuncia a editora. “Ficam assim reunidas todas as ficções almadianas conhecidas até à data, para além do romance Nome de Guerra já reeditado em versão revista pelo manuscrito original”.
No Poemas de Almada Negreiros, refere também a Assírio, “incluem-se alguns dos mais radicais das vanguardas do século XX”. Este volume reúne o conjunto completo da poesia de Almada Negreiros. Nesta segunda edição, aumentada, e revista pelos manuscritos originais, inclui-se três caligramas e um poema-carta, e ainda doze poemas inéditos.

Um excerto de Poemas pode ser lido aqui.
Primeiras páginas de Ficções a ler aqui.

Feira do Livro no Palácio de Belém

Marcelo Rebelo de Sousa (imagem Presidencia.pt)

Ricardo Araújo Pereira e Luísa Sobral vão participar na Festa do Livro de Belém, uma iniciativa do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, destinada a promover a leitura, com uma programação cultural que inclui teatro, poesia, debates, música e cinema e terá uma homenagem à atriz e fundadora do PS Maria de Jesus Barroso. Neste sentido, logo sexta-feira 22 será exibido o filme “Mudar de Vida”, de Paulo Rocha, realizado em 1966, no qual a esposa do ex-Presidente Mário Soares interpreta o papel de Júlia.

Realizada em parceria com a APEL, a iniciativa teve 24 mil visitantes, ano passado, nos jardins do Palácio de Belém.

Ler mais

Trinta anos de Memorial do Convento na abertura da Feira do Livro

 

Ana Ribeiro em “Uma máquina voadora movida por vontades”

“Uma máquina voadora movida por vontades”, uma performance de André E. Teodósio/ Teatro Praga, que comemora os 35 anos do lançamento de “Memorial do Convento” de José Saramago, estreou sexta-feira (01.09) o ciclo Spoken Word da Feira do Livro do Porto. O Teatro Praga, com a criação de Teodósio e a participação especial da atriz Ana Ribeiro, remexeu a obra de Saramago, os seus personagens, a sua visão do mundo e da história.
Essa era a ideia de Anabela Mota Ribeiro, a comissária do evento, que apresentou este primeiro espetáculo.
Seguem-se, nas próximas semanas:

 

“De Ana Hatherly a Tarkovski” – com palavras, imagens e música de Matilde Campilho, Tomás Cunha Ferreira, Mariano Marovatto e Anastasia Lukovnikova (sexta 08.09)
“Que mistérios tem Clarice”, 40 anos sobre a morte de Clarice Lispector e 30 de Carlos Drummond de Andrade (sábado 09.09)
e
“As primeiras coisas” em viva voz, pondo o foco no romance de estreia de Bruno Vieira Amaral (sábado 15.09)

Sophia e Pessoa, na ilha do Palácio

No primeiro dia da Feira do Livro do Porto 2017, o dizedor Rui Spranger e a estreante Joana Oliveira deram voz ao projeto “Os Amigos de Sophia”, leituras vivas e diálogos poéticos entre a homenageada da Feira do Livro do Porto e o poeta maior do século XX português, Fernando Pessoa. As leituras, que incluíram vários dos heterónimos de Pessoa, decorreram ao início da noite desta sexta-feira.