Acervo de Miguel Veiga doado ao Porto

Rui Moreira e Miguel Veiga (imagem porto.pt)

Os cerca de 20 mil livros da biblioteca pessoal do advogado e político portuense Miguel Veiga foram doados à Câmara Municipal do Porto. O anúncio foi feito pelo presidente da autarquia ao propor na reunião de câmara um protocolo com a sua herdeira.  Entre os cerca de 20 mil volumes, “predominam temáticas ligadas à literatura e às artes, ao pensamento ou à política, em língua portuguesa e estrangeira, que em termos cronológicos abarca a parte final do século XIX, todo o século XX e princípios do atual”, relata o Porto24.  De acordo com o protocolo de doação, a Câmara compromete-se a integrar esta biblioteca no acervo das Bibliotecas Municipais, para a disponibilizar ao público leitor, integrando os catálogos físicos e digitais das Bibliotecas do Porto”.  Miguel Veiga morreu a 14 de novembro de 2016, aos 80 anos. Nasceu no Porto e foi, ao lado de Francisco Sá Carneiro e Francisco Pinto Balsemão, um dos fundadores do Partido Popular Democrático, hoje PSD, em 1974.

Arquivo de Gabo colocado online pela Universidade do Texas

Ver en directo sepelio de Gabriel García Márquez
A Universidade do Texas decidiu disponibilizar gratuitamente mais da metade do arquivo de 27 mil páginas do Nobel em Literatura Gabriel Garcia Márquez, embora a obra ainda esteja protegida pelos direitos de autor.

Há manuscritos, fotografias, guiões e cartas, bem como anotações pessoais e memórias recolhidas em 22 cadernos, escritos em inglês e em espanhol. O Centro Harry Ransom, daquela universidade, adquiriu o arquivo literário do autor em 2014 por 2 milhões de dólares.

Ler mais