Livros nacionais e internacionais do crítico Eduardo Pitta

O crítico Eduardo Pitta escolheu os livros do ano para a revista Sábado, nacionais e internacionais. Cristina Carvalho com “Rebeldia”, Bruno Vieira Amaral de “Hoje Estarás Comigo no Paraíso”, a biografia de Nelson Rodrigues de Ruy Castro, os textos da New Yorker de George Steiner, os três de Javier Marías em “O Teu Rosto Amanhã”, além do novo de Saunders e o antigo O Escritor Fantasma, de Roth. A ler no blog Da Literatura.

Neste dia, nasce Nelson Rodrigues

Neste dia, 23 de agosto, no ano de 1912, nascia em Recife um dos mais respeitados escritores brasileiros do século XX, e o melhor dramaturgo do país.

Já no Rio de Janeiro, ainda jovem, começou a trabalhar como repórter no periódico do seu pai, Mário Rodrigues, A Manhã.  Fez cobertura policial e de sociedade durante longos anos, o que lhe permitiu escrever muito e de dentro sobre essa sociedade em que se movia.

A sua primeira peça foi A Mulher sem Pecado”, de 1941, e dois anos depois foi conhecida aquela que lhe deu sucesso, Vestido de Noiva. “foi considerado ao mesmo tempo um imoral e um moralista, reacionário e pornográfico, um gênio e um charlatão, escandalizando, como nunca, o público e a imprensa especializada da época com seu teatro desagradável. Explorando a vida cotidiana do subúrbio do Rio de Janeiro, preencheu os palcos com incestos, crimes, suicídios, personagens beirando a loucura, inflamadas de desejos e agindo apaixonadamente, até matando, e diálogos rápidos, diretos, quase telegráficos, carregados de tragédia e humor”, refere o site da UOL Klick Educação.

Com Vestido de Noiva, houve uma renovação com, por exemplo, o decorrer em três planos simultâneos (realidade, memória e alucinação construíam a história da protagonista Alaíde), uma das inovações que iniciaram o processo de modernização do teatro brasileiro.

O escritor morreu no dia 21 de dezembro de 1980, aos 68 anos, no Rio de Janeiro, por conta de complicações cardíacas e respiratórias.